segunda-feira, 25 de maio de 2009

Cloreto de magnésio: cura quase tudo!

Deve-se tomar muito cuidado ao indicar soluções caseiras ou mesmo remédio para alguém. A lei, inclusive, é rígida quanto a isso: exercício ilegal da profissão, no caso medicina.

Então, vou deixar bem claro que NÃO ESTOU INDICANDO NADA neste post, apenas relatando o poder do Cloreto de Magnésio.

O texto não é de minha autoria. Procurei, através de pesquisa no Google, quem seria o autor e nada encontrei.

Se o verdadeiro autor dessa matéria maravilhosa lê-la aqui no blog, por favor, entre em contato para eu lhe dar os devidos créditos.

Abaixo, a matéria, na íntegra. Vale a pena ler.

Um conselho: ANTES DE TOMAR QUALQUER ATITUDE EM RELAÇÃO A SUA SAÚDE, COMO TOMAR UM MEDICAMENTO, OU PASSAR UMA SIMPLES POMADA PARA ISSO OU AQUILO, CONSULTE UM MÉDICO. VOCÊ PODE SER ALÉRGICO A CERTAS SUBSTÂNCIAS E NÃO SABER. E DETERMINADOS TIPOS DE ALERGIA PODEM LEVAR À CHOQUE ANAFILÁTICO E ATÉ A MORTE.

Para os desenganados de bico de papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação, o depoimento do padre Beno J. Schorr, professor de Física, Química e Biologia do Colégio Catarinense, é mais do que uma esperança: a promessa da cura perfeita, indolor, fácil e barata para doenças incuráveis.

O padre Beno garante que se curou de vários bicos de papagaio calcificados e livrou-se de ficar paralítico devido a um remédio simples: Cloreto de Magnésio. Com 61 anos, o padre Beno sofria de um bico de papagaio e fazia tudo sentado, para aliviar sua dor. Acabou tirando radiografias e foram constatados vários bicos de papagaio calcificados. Nem deitado o padre Beno podia dormir: tinha que ficar enrolado como um gato. “Providencialmente fui ao Encontro dos Jesuitas Cientistas em Porto Alegre e o padre Suarez me disse ser fácil a cura, com Cloreto de Magnésio”, conta o padre, que logo começou a tomar doses diárias.

Depois de 30 dias, não havia mais dores e pôde caminhar pela cidade e, passados 10 meses, afirma que "pode se dobrar como uma cobra”. Além disso, garante que o sistema nervoso ficou notoriamente calmo e as frequentes pontadas no fígado sumiram.

Cloreto de Magnésio

Segundo o padre Beno, a cura através do Cloreto de Magnésio é possível porque ele produz o equilíbrio mineral, anima os órgãos em suas funções, purifica o sangue e vitaliza o cérebro. Afinal, depois dos 40 anos o organismo absorve menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso, deve ser tomado conforme a idade: dos 40 aos 55 anos, ½ dose; dos 55 aos 70 anos, uma dose pela manhã; dos 70 aos 100 anos, uma dose pela manhã e outra à noite. Para as pessoas da cidade, que se alimentam com alimentação de baixa qualidade (refinados e enlatados) é recomendável tomar um pouco mais. E para as pessoas do campo, um pouco menos. É importante destacar que o magnésio não é remédio mas alimento sem contra-indicação; não cria hábito mas se perde a proteção ao se deixar de tomá-lo.

Como e para que tomar

Solução: Dissolver numa jarra 100g de cloreto de magnésio com 3 litros de água filtrada (33 g por litro). Depois de bem misturado, colocar em vidros (não plásticos) A dose é de um copinho (de cafezinho) conforme a idade e a necessidade.

Pode ser utilizado com eficácia nos seguintes casos:

- Bico de Papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação: 1 dose de manhã, 1 dose a tarde e outra à noite. Quando curado, tomar como preventivo, segundo as indicações de idade já citadas.

- Artrose – o ácido úrico se deposita nas articulações, visivelmente nos dedos que até incham. É porque os rins estão falhando pela falta de magnésio: tomar uma dose pela manhã e outra à noite.

- Próstata – um ancião já não conseguia urinar. Na véspera da operação, lhe deram 3 doses como preparação. Começou a melhorar e depois de uma semana estava curado. Tomar 2 doses pela manhã 2 à tarde e mais 2 à noite.

- Achaques de velhice – rigidez muscular, cãimbras, tremor, artérias duras, falta de atividade cerebral: 1dose de manhã, 1 à tarde e outra à noite.

- Câncer – todos têm células mal formadas que, até certa quantidade, são inofensivas. O magnésio pode combater facilmente estas células anômalas e vitalizar as sadias. Assim, é o melhor preventivo para o câncer não progredir e não se formar o tumor.

7 comentários:

ivandro disse...

Muito relevante suas informações obrigado, bom quero falar antes que ache que estou detetando comentários é que o meu top comentaristas ele esta diminuindo o numero de comentários constatei isto hoje.

Bronca no Trombone disse...

Você viu o quão poderoso é o cloreto de magnésio, né? Eu tive muita diarréia, mas, pelo que sei, todo o mundo que começa a tomar, tem. Só que eu preciso sair todos os dias e aí fica difícil. Vou ver se volto a tomar, menos, até o organismo assimilar.

Ah, não entendi direito o que você falou dos top comentaristas...

Abração e obrigado pelo comentário!

André

Anônimo disse...

Amigos,

O ideal é diluir 33 gramas do cloreto de
magnésio em 1,5 litros de água. Vi uma
entrevista com um médico, e ele disse que
as 33 gramas em apenas um litro tem um
efeito laxativo.

Abraços.

Bronca no Trombone disse...

Bom comentário, amigo. Sobre essa proporção eu não sabia. Então, vou até experimentar: 33 gramas em 1,5 litro de água, garrafa de vidro. Tomarei uma colher de sobremesa à noite apenas e ver o que ocorre no dia seguinte.

Obrigado pelo comentário tão relevante que acrescentou conteúdo ao meu post.

Abraços,

André

Daniel disse...

Adorei a informação,acho que não vou mais me demorar pra experimentar,já fui cirurgiado da coluna e teria que fazer outra mais pra frente,então daqui uns seis meses voltarei a postar os resultados,obrigado e sorte a todos.

Bronca no Trombone disse...

Daniel, tomara que dê tudo certo com você e não seja necessária outra cirurgia. Eu tenho hérnia de disco lombar e meu caso é cirúrgico. Cheguei a tomar alguns dias o cloreto de magnésio, mas meu intestino soltou muito, aí eu parei. Falei isso com um médico e ele disse que em algumas pessoas isso é normal e que bastaria eu reduzir a dose do cloreto de magnésio. Devido a isso, sugiro que você, antes de tomar qualquer coisa, consulte um médico. É mais seguro.

Abraços,

André

Fernanda Paranhos Merazzi disse...

Olá!
Eu tenho duas hérnias na lombar, fiz uma infiltração há pouco tempo e de nada adiantou. A hérnia está comprometendo o ciático, o que causava muita dor. Estou tomando o cloreto faz duas semanas e senti uma melhora absurda!
Durante uma semana, eu tomei 3 doses, manhã, tarde e noite.
Agora estou somente com duas doses, manhã e tarde.
Fiz o esquema de diluir as 33g em um litro de água, tomo a medida de um cálice.
A diarreia veio em alguns dias, mas não em todos.
O que me chamou a atenção é que tenho levantado de madrugada quase todos os dias para fazer xixi!

Bom, é isso minha gente! Ele funciona mesmo viu!

Abraços e ótimo post!

Meu blog, caso queiram conhecer:
www.minhasvariedades.com